Click here for Myspace Layouts

Translate

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Filariose Linfática

Filariidea: Wuchereria bancrofti

Ordem Filariidae
Grande número de espécies parasitando o homem e animais
São vermes finos e delicados
Sistema circulatório, linfático, músculos e cavidades serosas
Necessitam de hospedeiro intermediário

Espécies importantes
Wuchereria bancrofti
Brugia malayi
Brugia timori
Onchorcerca volvulus
Mansonella ozzardi
Mansonella streptocerca
Loa loa
Dirofilaria immitis

Conhecida como ELEFANTÍASE na forma sintomática
Agente etiológico: W. bancrofti
Grave problema de saúde pública em regiões tropicais

Morfologia

Machos: corpo delgado com coloração branco-leitosa e medem de 3,5 - 4,0 cm de comprimento
Fêmeas: Medem de 7 a 10 cm
Microfilárias: 250-300μm de comprimento e possuem BAINHA
Larvas: no inseto vetor

Vermes adultos

Culex quinquefasciatus



Hábitat:

Vermes adultos permanecem juntos nos gânglios e vasos linfáticos
Regiões abdominal, pélvica (pernas e escroto sendo atingidos), mamas e braços
Microfilárias: saem dos dutos linfáticos e alcançam a corrente sanguínea


Durante o dia, as microfilárias se localizam nos capilares profundos, principalmente dos pulmões
À noite começam a aparecer no sangue periférico, com picos de microfilaremia às 23:00 horas


O pico da microfilaremia coincide com o horário de hematofagismo do vetor C. quinquefasciatus
Ásia e Pacífico Sul: vetor do gênero Aedes, cujo hematofagismo é diurno – nesse caso as microfilárias são consideradas aperiódicas


Ciclo biológico


Transmissão

Através da deposição das larvas infectantes (L3) na pele das pessoas nA larva se localiza no lábio do inseto e NÃO É INOCULADA durante a picada



Manifestações Clínicas

Vermes adultos no Sistema Linfático
Microfilárias: desencadeiam Reações de Hipersensibilidade no hospedeiro
Fase aguda: linfangite (inflamação e dilatação dos vasos linfáticos, que formam varizes)linfadenite com febre e mal estar, funiculite (é uma linfangite do cordão espermático)

Formas crônicas

Iniciam-se geralmente após 10 a 15 anos
Hidrocele (distensão e espessamento da túnica vaginal), Quilúria (derrame de linfa em vias urinárias) e Elefantíase

Ação Mecânica

Obstrução dos vasos linfáticos pela presença de vermes adultos pode levar à:
Estase linfática com linfangiectasia
Derramamento linfático ou linforragia

Ação Irritativa

Deve-se à presença de vermes em vasos bem como produtos de seu metabolismo e desintegração após a morte do helminto, provocando reações inflamatórias
Linfangite, linfadenite, urticárias e edemas extrafocais

Elefantíase

Processo de inflamação e fibrose crônica do tecido atingido
Hipertrofia do tecido conjuntivo, dilatação e edema dos VL
Esclerose da derme e hipertrofia da epiderme: aumento exagerado do volume do órgão com queratinização e rugosidade da pele

Formas Crônicas




Diagnóstico

Clínico: difícil. Em áreas endêmicas, febre recorrente com adenolinfangite é forte indicativo de infecção
Laboratorial: Pesquisa de microfilárias no sangue periférico entre 22-23 horas
Recife: ultrassonografia e remoção dos vermes adultos


Epidemiologia


No Brasil



Profilaxia

Combate ao mosquito transmissor
Saneamento ambiental
Tratamento dos infectados

Tratamento

Objetivos: redução da carga parasitária a fim de reduzir a morbidade
Correção das alterações: Edema e Elefantíase

Dietilcarbamazina (DEC): 6 mg/kg vo/12 dias
Enfaixamento e uso de meias elásticas (compressão) para reduzir o edema
Cirurgia Plástica: escroto, mamas e membros

3 comentários:

Anônimo disse...

ENCONTTREI AQUI O QUE NÃO ENCONTREI EM VARIOS SITES QUE PROCUREI O ASSUNTO! PARABENS!!!!!!!!

Anônimo disse...

material de primeira qualidade....parabéns!!

Dayanna disse...

Adorei o material parabéns!!

Política de privacidade

" O conteúdo das matérias desse portal é de caráter meramente ilustrativo e informativo. Nenhuma informação obtida a partir deste conteúdo , deverá substituir , do ponto de vista ético ou legal , a orientação de um médico ( ou de outro profissional da área da saúde ) , em relação aos aspéctos preventivos, diagnósticos e de tratamento , das diversas doenças ou condições clínicas " .

Não é finalidade deste portal a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico aos usuários, tarefa esta reservada unicamente ao seu respectivo médico de confiança, como também não é finalidade deste portal republicar artigos como sendo de minha própria autoria, ou mesmo para fins lucrativos, comerciais. Este site tem apenas a finalidade de transmitir informações interessantes a leigos e profissionais de saúde como forma de esclarecimento, dando sempre créditos aos seus autores, sem nenhum fins lucrativos.

Tenho referenciado todos os textos com autoria e fonte. Quando possível publico também o site e informações de contato do autor. Se você deseja usar algum texto publicado nesse portal, por favor, referencie. Informe com clareza a autoria e a fonte.






"O futuro pertence aqueles que acreditam na beleza de seus sonhos..."

"Amar ao próximo é amar a si mesmo." Fonte: médicos sem fronteiras.


So Enfermagem

.
Márcia Florêncio. Tecnologia do Blogger.