Click here for Myspace Layouts

Translate

Pesquisa personalizada

sábado, 1 de agosto de 2009

UNIDADE DE INTERNAÇÃO

Rotina do Técnico e Auxiliar de Enfermagem

Receber do colega os pacientes (no setor), tomando conhecimento das ocorrências;
Fazer a leitura do livro de relatório geral;
Obedecer à escala diária de leitos;
Fazer, na folha de prescrição, anotações claras e legíveis de todos os cuidados prestados e de todas as observações feitas, assinando sempre ao final das mesmas;
Cumprir as rotinas estabelecidas;
Solicitar a presença do enfermeiro sempre que houver dúvidas;
Atender sempre aos chamados dos pacientes;
Preparar a unidade para admissões, e receber o paciente;
Preparar o paciente para alta e transferências;
Preparar o corpo em caso de óbito e encaminhá-lo, caso exista, à capela do hospital;
Executar todos os cuidados prescritos e necessários ao paciente:
. higiene oral e corporal;
. mudanças de decúbito;
. prevenção e tratamento de escaras;
. lavagem intestinal;
. aspirações (oral e traqueal);
. verificação de sinais vitais (na rotina, na admissão e no pré e pós-operatório), além de assistência em parada cárdio-respiratória;
. lavagem gástrica;
. aplicações quentes e frias;
. colocação de eletrodos;
. tricotomias;
. preparo e administração de medicamentos;
. preparo do paciente para exames específicos;
. instalação de oxigênio com cateter nasal, e traqueostomia;
. coleta de material para exames;
. fornecimento e retirada de comadres e patinhos, e encaminhamento dos mesmos para central de material;
. observação e registro do aspecto das eliminações;
. auxílio em pequenas cirurgias (traqueostomia, punção de veia profunda);
. auxílio ao paciente em todas as ações que ele não conseguir executar sozinho, tais como: comer, locomover-se, comunicar-se, etc.
Consevar todo o material da unidade;
Comunicar ao enfermeiro a falta de qualquer material ou medicamento, e as intercorrências;
Participar de cursos, trabalhos e pesquisas realizadas no hospital;
Em serviço noturno, obedecer à escala de descanso;
Participar de reunião com a chefia, sempre que for convocado.

Rotina do Enfermeiro Diarista


Fazer leitura do livro de ordens e ocorrências;
Determinar a escala diária do leito;
Participar das reuniões promovidas pela chefia de enfermagem;
Organizar, dirigir e supervisionar todas as atividades de enfermagem dentro da unidade;
Analisar e avaliar a qualidade dos serviços de enfermagem prestados na unidade;
Planejar, participar e estimular a equipe a tomar parte em cursos, trabalhos e pesquisas, realizados na própria clínica ou em outras instituições;
Coordenar os testes de materiais e/ou aparelhos postos em uso na unidade;
Informar a chefia de enfermagem de qualquer problema ou necessidade da unidade;
Cumprir e fazer cumprir regulamentos da clínica, rotinas, portarias, circulares e outras instruções;
Zelar pela conservação do material e instalações, encaminhando memorandos, solicitando consertos, substituições e manutenção a quem for de direito;
Solicitar desinfecção terminal em caso de óbito, alta ou transferência;
Observar limpeza da unidade;
Verificar as prescrições e anotações para assegurar-se de que as ordens foram executadas;
Colocar horários nas folhas de prescrição médica;
Participar da visita médica;
Conferir caixa de entubação e carro de parada-cardíaca;
Fazer a burocracia pertinente às admissões, óbitos, altas e transferências;
Observar e orientar os pacientes sobre exames a serem feitos;
Controlar gastos de material de consumo e medicamentos;
Orientar, supervisionar e participar de:
. prevenção e tratamento de escaras;
. troca de curativos;
. preparo e administração de medicamentos, soluções, soros, etc;
. troca de cânula endotraqueal;
. assistência à parada cardio-respiratória;
. instalação de aparelhos;
. cateterismo vesical;
. cateterismo gástrico;
. montagem do pvc;
. aspirações endotraqueais;
. introdução de sonda de aspiração;
. colocação de eletrodos.
Fazer a evolução de enfermagem no livro de ordens e ocorrências, na folha de evolução.


Rotina do Enfermeiro Assistencial

Receber o plantão no setor, observando a equipe e colaborando para o crescimento profissional;
Identificar os problemas de enfermagem relativos a cada necessidade básica afetada;
Fazer visita aos pacientes, integrando-os ao hospital e despertando confiança em relação à equipe e ao tratamento que irão receber;
Prestar cuidados diretos de enfermagem;
Participar dos programas de treinamento do pessoal de serviço;
Testar os aparelhos antes do seu uso;
Manter materiais sempre limpos e nos locais determinados, após o uso;
Revisar material e medicações da caixa de parada;
Supervisionar e controlar as atividades do pessoal subordinado;
Solicitar encaminhamento do prontuário à supervisão de enfermagem, após alta, transferência ou óbito;
Supervisionar e indicar limpeza e desinfecção das unidades de internação;
Supervisionar e orientar preparo de material para esterilização;
Acompanhar o médico em cuidados e técnicas especiais, aproveitando para treinamento de funcionário;
Colaborar na avaliação das normas e rotinas;
Avaliar desempenho da equipe auxiliar, coordenando suas atividades;
Fazer conferência do material da supervisão;
Fornecer psicotrópicos somente mediante receituário devidamente preenchido;
Fazer controle rigoroso de psicotrópicos;
Admitir pacientes em tratamento clínico, cirúrgico e em pós-operatório, fazendo evolução dos mesmos;
Supervisionar e orientar preparo de exames;
Fazer curativos especiais e/ou treinar e supervisionar o funcionário nesta tarefa, todos os dias ou quando necessário;
Atrasar as prescrições médicas e dietas enterais;
Avaliar o prontuário e evolução de enfermagem, rubricando-os e carimbando-os;
Solicitar a presença do médico de plantão após avaliar o paciente, sempre que necessário;
Estar a par de todos os acontecimentos do plantão relacionados aos funcionários, pacientes, aparelhagem e materiais;
Levar ao conhecimento da chefia todas as anormalidades ocorridas durante o plantão, relacionadas a funcionários, pacientes, aparelhos e materiais;
Inteirar-se das medicações e materiais existentes no hospital;
Encaminhar ao banco de sangue pedidos de sangue ou derivados, observando nome do paciente, quarto, convênio, grupo sanguíneo, fator RH e indicação clínica;
Comunicar ao SND as alterações de dieta no decorrer de 12 horas, por escrito;
Comunicar ao SND as dietas zero, por escrito e assinadas;
Fornecer ao médico atestados de óbito, juntamente com o livro da fiscalização sanitária. Não esquecer de anotar, no livro de ordens e ocorrências da chefia, o nome do paciente, quarto, causa mortis, nome do médico atestante, hora e data do óbito, assim como o número do atestado;
Observar características dos recém-natos;
Orientar as puérperas quanto à importância do aleitamento materno;
Avaliar, corrigir e assinar os balanços hídricos;
Fornecer e preencher DNV. Anotar no livro de registro o nome da mãe, quarto, nome do pediatra, data e hora do nascimento, e recolher assinatura do responsável;
Ler mapa de cirurgias diariamente;
Atualizar mapa de relação de paciente dos setores, com o nome do paciente, quarto e a clínica indicada para o tratamento;
Passar plantão no setor, completando as avaliações dos auxiliares de enfermagem;
Fazer escala diária de pacientes para os auxiliares de enfermagem;
Verificar a visita médica diária.

Fonte:http://www.hospitalgeral.com.br/1_prof/tec_assist/div_enferm/unidade.htm

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu parabenizo o aoutor desta ideia de nos presentiar com essas informações tirando nossas dúvidas.

Política de privacidade

" O conteúdo das matérias desse portal é de caráter meramente ilustrativo e informativo. Nenhuma informação obtida a partir deste conteúdo , deverá substituir , do ponto de vista ético ou legal , a orientação de um médico ( ou de outro profissional da área da saúde ) , em relação aos aspéctos preventivos, diagnósticos e de tratamento , das diversas doenças ou condições clínicas " .

Não é finalidade deste portal a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico aos usuários, tarefa esta reservada unicamente ao seu respectivo médico de confiança, como também não é finalidade deste portal republicar artigos como sendo de minha própria autoria, ou mesmo para fins lucrativos, comerciais. Este site tem apenas a finalidade de transmitir informações interessantes a leigos e profissionais de saúde como forma de esclarecimento, dando sempre créditos aos seus autores, sem nenhum fins lucrativos.

Tenho referenciado todos os textos com autoria e fonte. Quando possível publico também o site e informações de contato do autor. Se você deseja usar algum texto publicado nesse portal, por favor, referencie. Informe com clareza a autoria e a fonte.






"O futuro pertence aqueles que acreditam na beleza de seus sonhos..."

"Amar ao próximo é amar a si mesmo." Fonte: médicos sem fronteiras.


So Enfermagem

.
Márcia Florêncio. Tecnologia do Blogger.